Monday, November 21, 2016

A Escola de Estudos Africanos e Orientais da Universidade de Londres de que a mama Graca Machel e Presidente formou com fundos Suecos e outros, a muitos mocambicanos dentre eles Jose Mateus Muaria Katupha, PhD, Joel das Neves (Tembe) PhD, Luisa Diogo (MSc), Gove (MSc), PCA Antonio Pinto (MSc) da LAM - Linhas Aéreas de Moçambique, Carlos Nuno Castel-Branco PhD, MA (MSc) , Maleane (Msc) entre outros! MA

Tuesday, November 1, 2016


                                                   NOTA  DE AGRADECIMENTO

Servimo-nos desta para agradecer a todos os municipes da cidade de Quelimane, docentes e discentes secundarios e universitarios, funcionarios publicos, empresarios, jornalistas, membros da sociedade civil, partidos politicos, que apesar da sua agenda apertada motivada pela actual crise politico-militar-economica, participaram na palestra subordinada ao tema – ‘Os Desafios e Prioridades da Política Externa e de Cooperação da Finlandia na Africa Austral - O Caso de Mocambique, proferida  ontem, dia 01 de Novembro de 2016 pelas14 horas no Salão Nobre do Conselho Municipal da Cidade de Quelimane. A palestra que foi proferida pela Senhora Embaixadora da Finlandia, Dra. Laura Torvinen e pelo Director para África Austral no Ministério de Negócios Estrangeiros da Finlandia, senhor Jouko Leinonen abordou inter alia os seguintes temas:

-Gemelagem entre as cidades de Quelimane e Lapperanta nas areas culturais, gestao de residuos solidos, criacao de ciclovias, emprego, empreendedoriamo e criacao de uma economia verde;
-Intercambio entre empresarios e associacoes de empresarios de Quelimane e da Finlandia.
-Intercambio entre estudantes, professores, instituicoes de ensino primario, secundario, superior e de pesquisa,
-Promocao dos direitos humanos, democracia, reconciliacao nacional e paz.
-Promocao da prestacao de contas e boa governacao
-O caso das dividas ocultas
-historiografia das relacoes entre a Finlandia e Mocambique
-Situacao politica na Finlandia
-Papel da Finlandia na Africa Austral
-Os principios da politica externa, de cooperacao e de desenvolvimento da Fnlandia
-As prioridades da finlandia na Africa Austral e em Mocambique
-Desenvolvimento economico para a criacao de emprego e oportunidades de negocios e politica economica da Finlandia
-Direitos da raparigas e das mulheres
-Apoio a saude, a educacao primaria e a formacao profissional
-Apoio ao sector privado
-Apoio a direccao nacional de estudis e analise economica no ministerio das financas
-Desenvolvimento rural
Apoio a Assembleia da Republica
-Apoio a pesquisa (UEM e IESE)
-Fundo Comum (FASE)

A palestra foi co-organizada pelo Conselho Municipal da Cidade de Quelimane, o Centro de Estudos Mocambicanos e Internacionais (CEMO) e a Fundacao para o Desenvolvimento da Zambezia.

O PRESIDENTE
___________________________

Prof. Dr. Manuel de Araújo

Tuesday, August 9, 2016

Eurka: Finalmente Uniao Europeia acorda de profundo e longo sono!


Caros/as defensores/as de Direitos Humanos,

A União Europeia criou desde Dezembro de 2015, um mecanismo para apoio aos defensores de direitos humanos que estejam em situação de risco.

Através do mecanismo, que é gerido por um consorcio de 12 organizações da sociedade civil, defensores de direitos humanos em todo mundo têm a possibilidade de beneficiar de apoio financeiro para cobrir despesas de emergência, nomeadamente:

·         Assistência legal, em caso de processo
·         Assistência médica e medicamentosa, incluindo acompanhamento psicológico,  caso tenham sido alvo de violência ou ataques
·         Reforço da segurança pessoal
·         Realocação temporária  para um outro país
·         Outras despesas relevantes, dependendo do tipo de risco e ameaças

Para aceder ao apoio, deverão aceder ao sitio online: https://www.protectdefenders.eu/en/index.html

Na página encontrarão o formulário que deve ser preenchido, além da linha de apoio que está disponível 24/24: +353 (0) 1 21 00 489

Poderão ainda contactar o mecanismo pelo email: contact@protectdefenders.eu

A informação da página está em inglês( além de Francês, alemão e Espanhol), mas a equipa poderá prestar assistência em Português, assim como disponibilizar o formulário traduzido mediante vossa solicitação.

O mecanismo pode ser activado por qualquer pessoa, não havendo a necessidade de comunicar ou envolver a Delegação da União Europeia em Moçambique.

Por favor, divulguem a informação pelas vossas redes de contactos.

Em caso de dúvidas, podem endereça-las através deste endereço:  DELEGATION-MOZAMBIQUE@eeas.europa.eu

Monday, August 8, 2016

A historia da guerra na Zambezia e Nampula, o Caso dos Naparamas

O Conselho Municial da Cidade de Quelimane e o Centro de Estudos Mocambicanos e Internacionais (CEMO) tem a honra de convidalo/a a participar na palestra a ser proferida pela  Professora Corinna, da Universidade Leiden na Holanda (PhD Yale University, USA) a ter lugar hoje, Terca feira, dia 09 de Agosto de 2016, no Salao Nobre do Conselho municipal da Cidade de Quelimane.

A palestra subordina-se ao tema "Historia da Guerra na Zambezia e Nampula, o Caso dos Naparamas'.

Encontre abaixo uma nota biografica da Professora

A sua presenca sera apreciada. passe a palavra,

Manuel de Araujo



Dear colleagues,

Please find my short bio below:

I’m an assistant professor of International Relations at the Institute of Political Science at Leiden University in the Netherlands. I study civil wars and the emergence of informal institutions of security governance. My current research focuses on community mobilization against insurgent violence, the formation of militias—parties to armed conflict that are neither incumbents nor insurgents—and their impact on civil war dynamics. I’m also broadly interested in African politics, transnational aspects of civil wars, and peacekeeping. I have conducted field research in Mozambique, Zambia, and Malawi.

I received my PhD from Yale University, and prior to that studied at Free University Berlin and Sciences Po Paris.

The lecture will be about my field research for my dissertation that I conducted here in Mozambique on the history of war in Zambezia and Nampula, and the role of the Naparama.

Sunday, July 31, 2016

Mensagem do Edil de Quelimane aos Quelimanenses Residentes em Faro, Portugal

CONSELHO MUNICIPAL DA CIDADE DE QUELIMANE
PRESIDENTE
Quelimane, 30 de Julho 2016
MENSAGEM DE SAUDACAO AOS COMPATRIOTAS E AMIGOS DE MOCAMBIQUE PARTICIPANTES DO JANTAR DE CONFRATERNIZACAO DE QUELIMANENSES RESIDENTES NO FARO
A TER LUGAR NO DIA 30 DE JULHO 2016
Prezadas e Prezados Compatriotas e Amigos de Mocambique,
Venho por este meio, em meu nome pessoal, no da minha familia e em nome dos municipes da cidade de Quelimane, saudar-vos por manterem viva a chama e o amor que nutrem por Mocambique.
Apesar do momento dificil que Mocambique atravessa, fruto da ganancia e ma gestao dos recursos publicos, estamos certos que o pais que tanto amamos saira desta crise e contamos com o vosso apoio, pois o vosso incondicional e inquebrantavel amor por Mocambique, a vossa sabedoria, experiencia profissional e contactos sao neste momento de crise mais necessarios do que nunca!
Permitam-me que aproveite esta oportunidade singela para informr-vos que a Cidade de Quelimane, capital da nossa Zambezia, comemora no proximo dia 21 de Agosto de 2016, 74 anos de existencia. E no proximo ano, 2017, comemoraremos as Bodas de Brilhante, ou seja os 75 anos da subida a categoria de Cidade da nossa urbe!
Assim seria uma grande honra e um privilegio podermos contar convosco nestas celebracoes! Na impossibilidade material de todos ca estarem estariamos felicissimos se pelo menos um representante vosso, podesse nos obsequear com a sua presenca nas celebracoes das Bodas de Brilhante da Cidade de Quelimane!
Se Deus quiser nas primeiras semanas de Setembro estarei em Portugal. Seria um prazer enorme poder almocar ou jantar convosco.
Sem mais delongas desejo-vos bom apetite e um forte e quente abraco das tepidas aguas do Rio dos Bons Sinais!
Atenciosamente,
Manuel de Araujo
Presidente do Municipio de Quelimane

Monday, March 14, 2016

Quelimane Capital da Francofonia: Mensagem do Presidente

Mensagem do Presidente do Conselho Municipal de Quelimane po ocasiao do Lancamento da Semana da Francofonia e da Celebracao dos Dez anos da Adesao de Mocambique a Organizacao Internacional da Francofonia

Mesdames, Messieurs,

C’est un grand honneur pour Quelimane de pouvoir accueillir cette année les célébrations de la francophonie.

Je veux à ce égard remercier le Ministère des Affaires Etrangères et de la Coopération, ainsi que le Ministère de l’Education et du Développement Humain du Mozambique, pour leur volonté de décentraliser la francophonie dans toutes les provinces du pays, et cette année en particulier jusqu’en Zambézie. Je sais que ce n’est pas facile, pour l’organisation de cet événement. Mais c’est un acte très important, qui va au-delà du symbole.

Car c’est tout le Mozambique qui est membre de la francophonie et pas seulement la province or la Ville de Maputo. C’est tout le Mozambique qui fête cette année ces dix années d’adhésion à l’Organisation Internationale de la Francophonie. C’est tout le Mozambique qui est fier et heureux de cette appartenance.

C’est tout le Mozambique qui aime la langue française, qui est une langue latine, cousine de notre portugais.

C’est tout le Mozambique qui porte les mêmes valeurs de la francophonie, à commencer par les valeurs de démocratie, de paix, de tolérance, de respect de la diversité culturelle et linguistique.

En ces jours où notre paix semble à nouveau menacée, les valeurs de la francophonie peuvent nous aider à penser notre unité dans la diversité. A regarder nos différences comme une source de richesse, et non de conflits.

C’est aussi pour cela que je trouve que le symbole est fort, d’ouvrir la francophonie cette année en Zambézie e a Quelimane. Ici, où nous avons trop souffert de nos conflits, nous devons nous emparer pleinement de ce message de tolérance et de respect de l’autre que porte la francophonie.

La francophonie, qui est cette union de quatre-vingt pays de tous les continents, de toutes les cultures, nous enseigne que l’unité ne se construit pas en détruisant les différences. Au contraire, c’est le respect des différences qui fait l’unité. L’unité d’une communauté, comme l’unité d’un pays. Notre pays. Le Mozambique.

C’est pour nous un message très fort. N’ayons pas peur du débat, du dialogue, de la confrontation des idées. N’ayons pas peur de ne pas être d’accord toujours, n’ayons pas peur de nos différences de culture ou d'opinion. Ayons confiance dans notre pays, dans notre identité nationale. Elle est forte, et elle ne sera que plus forte si nous savons respecter nos différences.

Alors merci encore une fois, à nos autorités nationales, comme aux ambassades des pays francophones, pour avoir étendu la francophonie cette année jusqu’à Quelimane.

Aujourd’hui, Quelimane est Paris, Dakar, Ottawa, Hanoi, Bamako, Bern, Conakry, Kinshasa, Bruxelles, Tunis… Je ne vais pas toutes les citer… Quelimane est toutes les capitales francophones du monde. Quelimane est elle-même une capitale francophone, qui est fière d’accueillir et de porter à son tour le message de paix et de tolérance de la francophonie.

Merci beaucoup.

Manuel de Araujo

Maire de Quelimane

Sunday, February 7, 2016

Discurso de Encerramento do Carnacal da Tradicao (2016)




MUNICIPIO DE QUELIMANE
CONSELHO MUNICIPAL
PRESIDENTE

Discurso do Presidente do Conselho Municipal da Cidade de Quelimane por ocasião do encerramento do Carnaval 2016  no dia 07 de Fevereiro de 2016.

Excelentíssimo Senhor Director Provincial da Cultura e Turismo da Zambézia;
Excelentíssimo Senhor Conselheiro Cultural e de Cooperacao da Embaixada Francesa em Maputo;
Excelentíssimos Senhores Membros do Governo Autárquico da Cidade de Quelimane;
Excelentíssimos Senhores Membros da Assembleia Municipal da Cidade de Quelimane;
Excelentíssimos Senhores Mwazambos, Samassoas e Kanfumos;
Excelentíssimos Senhores Secretários dos Bairros;
Ilustres visitantes Nacionais e Internacionais presentes nesta Cerimonia;
Prezados grupos de Foliões Populares e Empresas;
Afectuosas mamãs das barracas, verdadeiras embaixadoras da melhor gastronomia de Mocambique, a gastronomia da Zambézia;
Digníssimos convidados;
Caros Munícipes da Cidade de Quelimane;
Minhas irmãs e meus irmãos;

Nao imaginam a emocao que me invade ao ver o nosso povo tao feliz, apesar do momento conturbado em que se encontra a nossa patria! Sim o nosso povo merce este carnaval! Merece esta alegria! Merece esta extase colectiva! Mocambique nao e so tensao politica! Nao e so calamidades naturais! Nao e so seca ou cheias! Mcambique nao so apenas refugiados! Mocambique e isto que Quelimane sabe mostrar: Mocambique e Paz! Mocambique e alegria! Mocambique e solidariedade! Mocambique e amizade! Mocambique e tolerancia! Mocambique e inclusao! Mocambique e festa! Estivemos neste local durante duas semanas e nao tivemos nenhum incidente! Nao tivemos nenhum ferido e nao tivemos nenhum acto de agressao! Muito obrigado municipes de Quelimane! Voces souberam ser os verdadeiros embaixadores desta patria expondo e mostrando aquilo de melhor temos! Muito obrigado cidadaos nacionais de todos os cantos do pais que atracaram a este porto para contagiar-se da alegria que este povo vive!  Muito obrigado! Muito obrigado! E muito obrigado! Dinoutamaalelani abaalaga! Voces mostraram ao mundo a verdadeira face do mocambique! A verdareira tolerancia! A verdadeira  inclusao! A inclusao real, vivida na practica e nao apenas nos discursos para ‘ingles ver’!

Nao tenho palavras para expressar o que me vai na alma! Ver este mar de gente emociona a qualquer alma humana! Por quase uma hora tivemos que encetar uma serie de esforcos para controlar a multidao que nao queria perder a cerimonia de encerramento! Foi simplesmente fenomenal!

Desejaria neste momento de despedida, expressar toda a gratidão que sinto pela vossa coragem, determinação, imaginação, bravura e firmeza, na concepção, preparação e realização deste Carnaval da Tradição. Inunda-nos uma grande alegria e emoção, ao encerrarmos com sucesso o Carnaval da Tradição. O Carnaval é parte integrante da nossa cultura, da nossa história e desempenha um papel aglutinador de todos os Munícipes independentemente da sua origem étnica, filiação partidária, crença religiosa, raça e condição social.
Com cordialidade, agradeço vivamente, através dos presentes, a todos os Munícipes desta Cidade espalhados por todos os Bairros, pelo seu esforço laborioso, pois, trabalham durante quase seis meses dia e noite para o desenvolvimento sustentável da nossa terra nos seus bairros e locais de residência a saber:
Primeiro de Maio A, 24 de Julho, Aeroporto, Chirangano, Filipe Samuel Magaia, Kansa, Liberdade, Mapiazua, Piloto, Vila Pita Popular, Saguar A, Saguar B, Sinacurra, Torrone Velho, 7 de Abril, Coalane A, Coalane B, Icidua, Ivagalane, Janeiro, Mirazane, Murropue, Sangarivera, Torrone Novo, Primeiro de Maio B, 25 de Setembro, 3 de Fevereiro, Acordos de Lusaca A, Acordos de Lusaca B, Cololo, Sampene, Samugue, 17 de Setembro, Bairro Novo, Brandão, Chuabo Dembe, Floresta A, Floresta B, Inhangome, Manhaua A, Manhaua B, Micajune A, Micajune B, Santagua, Bazar, Gogone, Mborio, Megano, Namuinho entre outros.
Sinto-me no dever de exprimir a minha gratidão profunda a todos quantos  tornaram este Carnaval numa realidade. Refiro-me aos nossos parceiros, tais como: Moçambique em Concerto, Empresa Cornelder de Moçambique, o Banco Comercial e de Investimentos, Coca Cola, Electricidade de Moçambique, Fundo de Investimento e Património de Abastecimento de Água, Direcção Provincial dos Recursos Minerais, Comando Provincial da Polícia da República de Moçambique, Polícia Municipal, Sociedade Civil, Associação dos Músicos, Escritores, Fotógrafos, Pintores e todos os Artistas de Quelimane. Quero de forma particular agradecer a S.Excia Abdul Razak, Governador da nossa provincia que esteve aqui connosco! Ao Director Provincial da Cultura e Turismo que esteve aqui connosco! Ao Presidente da Comissao Executiva do BCI que apesar dos inumeros afazeres, esteve aqui connosco! Muito obrigado aos Regulos, Samassoas, Mwaazambos, Afumo e as Donas Zambezianas que souberam representar a nossa tradicao! Ao nosso Juri de Cinco estrelas! E por ultimo, mas nao menos importante permita-me agradecer aos jornalistas que durante estas duas semana escreveram e transmitiram em directo e ao vivo este carnaval para que aqueles que nao poderam viver esta alegria contagiante o podessem fazer no leito das suas casas ou dos hospitais porque enfermos! Agradecemos aos jornalistas da imprensa escrita que tiveram a quase impossivel tarefa de representar a alegria que se vive neste recinto em palavras! Em Quelimane e na diaspora Quelimanense ninguem quer perder o Carnaval! As Radios Paz, Zambeze FM, Quelimane FM e Radio Mocambique o nosso muito obrigado! Aos jornais Diario da Zambezia, Makholo, Savana e Noticias aqui fica o nosso singelo gesto de agradecimento! Venham sempre e sintam-se sempre em casa! Os verdadeiros amigos sao aqueles vivem os momentos de alegria e de tristeza! Muito obrigado amigos!

Como devem imaginar nao posso esquecer-me do Homem Carnaval! Aquile que durante 365 dias vive e sonha o Carnaval de Quelimane! Aquele que durante as duas semanas e o primeiro a chegar e o ultimo a sair! Aquele que mais do que todos nos e o HOMEM CARNAVAL! Quem e esse homem? Conhecem?
E isso o senhor Camal Meragy! Uma salva de palmas para ele!
É impossível nomear, mesmo só sumariamente, todos grupos e pessoas que desde dia 29 de Janeiro até hoje dia 7 de Fevereiro, trabalharam arduamente. Asseguro-vos que não quereria esquecer ninguém. A todos se estende o meu agradecimento. Que ninguém se sinta preterido ou menos apreciado.
O meu reconhecimento envolve também aqueles cujos sentimentos  da Unidade Nacional, ou humanitários não se exprimem só nas palavras  mas que quiseram  participar neste Carnaval da tradição, pressentindo que todos, afinal,  estamos empenhados ao serviço e pelo bem da humanidade. Refiro-me as minhas irmãs e meus irmãos que participaram nos Foliões Populares por exemplo Samba de Sinacura, Samba de Guarange, Pombos Brancos, Samba da Liberdade, Samba Primeiro de Maio B, Samba de Nova Estrela da Zambézia, Nova Samba da Zambézia, Águias do Piloto, Samba do Bairro 25 de Setembro, Samba do Chirangano, Pavão de Ouro, Academia de Samba César Toledo, Anjos de Muropue, Samba de Sangarivera, Samba de Sampene, Samba dos Mártires de Icidua, Boa Estrela de Namuinho, Águias de Migano,  Acordos de Lusaca B, Los Angeles e Santa Água B. Aos Foliões Empresas, Politécnica, Autoridade Tributária, Cervejas de Moçambique e ZAP.   
Tive a grande consolação de ver o fervor e a compostura entusiástica de todas as mamãs que fazem parte deste mosaico cultural, deliciando aos participantes com iguarias e gastronomia Zambezianas. Tanto os Foliões como as mamãs da gastronomia, fizeram com que este Carnaval da Tradição fosse mais folclórico, lindo, atractivo e memorável.
 Não esqueço os doentes, deficientes físicos, pobres, e todos que sofrem e não poderam fazer parte nesta cerimónia solene de encerramento do Carnaval da Tradição. Estou certo de que ofereceram esse sacrifício e os seus padecimentos para que tudo corresse bem. Que Deus os conforte.
Quero agradecer a todos os membros da comissão organizadora pela vossa incansável e dedicada colaboração. A todos, portanto, o meu muito obrigado. Congratulando-me convosco, já estou a manifestar apreço pela participação activa que tivestes, neste sublime, exigente e dignificante trabalho. Várias foram as diligências que pressupunham as deslocações, a ornamentação, a segurança, a tranquilidade, a preparação e o adorno deste local de concentração e também a difusão do evento em todos os bairros, em todo o território nacional e em todo o mundo. Foi por isso que recebemos nossos irmãos idos de Maputo, da França e doutros quadrantes do Planeta. Pela vossa paciência, bom senso e dedicação, elevo bem alto a minha gratidão.
 Pelos caminhos da concórdia, de uma solidariedade respeitadora da dignidade humana, dos grupos e das comunidades no seu todo, somos capazes de vencer os desafios que se nos apresentam.
A TODOS OS HOMENS, AS MULHERES, JOVENS, ADULTOS, VELHOS E CRIANÇAS, QUE DURANTE ESTES DIAS SE FIZERAM A ESTE LOCAL, INDIFERENTES À CHUVA, AO CALOR E AO SOL, VOS SAUDO COM AMOR FRATERNAL.  
ADEUS CARNAVAL DA TRADICÇÃO, VIVA CARNAVAL DOS 75 ANOS! E Isso, o proximo carnaval que tera lugar de 16 a 27 de Fevereiro sera o Maior e Melhor Carnaval jamais visto em Mocambique! Vamos caprichar porque estaremos a celebrar os 75 anos da elevacao de Quelimane a categoria de Cidade!

ATE Ja, porque para nos Quelimanenses, o Carnaval 2017 comeca hoje!

Dinoutamaalelani abaalaga!
Quelimane, Rumo aos Bons Sinais, 07 de Fevereiro de 2016